Ensino Fundamental I

Ensino Fundamental 1

Aspectos Gerais

Educação Infantil

Turmas

Ciclo 2

  • 1º ano (6 anos)
  • 2º ano (7 anos)
  • 3º ano (8 anos)

Ciclo 3

  • 4º ano (9 anos)
  • 5º ano (10 anos)

Horários

  • Manhã: 7h30 – 12h15
  • Tarde: 13h30 – 18h15
  • Aspectos Gerais
  • Aspectos Gerais
  • Aspectos Gerais
  • Aspectos Gerais
  • Aspectos Gerais
  • Aspectos Gerais
  • Aspectos Gerais
  • Aspectos Gerais
  • Aspectos Gerais
  • Aspectos Gerais
  • Aspectos Gerais
  • Aspectos Gerais
  • Aspectos Gerais
  • Aspectos Gerais
  • Aspectos Gerais
  • Aspectos Gerais
  • Aspectos Gerais
Para nossa vida coletiva, é fundamental uma rotina bem planejada
por meio da organização do espaço, do tempo, do lanche, do parque
e dos nossos materiais.

Espaço
As salas de aula são amplas e permitem diferentes configurações e adequações do ambiente. Procuramos arrumá-las em função da produção e organização do grupo para que responda aos desafios e conquiste novos recursos e aprendizagens.

Adequar o ambiente possibilita, também, momentos de maior interação, debate ou investigação.

Aulas como inglês, música, teatro, circo, artes visuais e educação física possuem seus próprios espaços, materiais e equipamentos. Além disso, outra condição importante para o aprendizado nessas áreas é a divisão do grupo, de forma que parte fique com o professor especialista da área e outra parte dos alunos com os professores de sala.

Contamos ainda com o laboratório de ciências e informática que funcionam como sala de apoio às atividades específicas destas áreas.

  • Espaços
  • Espaços
  • Espaços
  • Espaços
  • Espaços
  • Espaços
  • Espaços
  • Espaços
  • Espaços
  • Espaços
  • Espaços
  • Espaços

Tempo
O período de aula é de 4 horas e 45 minutos e o intervalo tem duração de 30 minutos. O tempo da sala de aula é organizado em uma rotina semanal e diária e distribuído entre as diferentes áreas do conhecimento de acordo com a carga horária de cada uma.

Lanche e Parque

  • Lanche Parque Praça
  • Lanche Parque Praça
  • Lanche Parque Praça
  • Lanche Parque Praça
  • Lanche Parque Praça
  • Lanche Parque Praça
  • Lanche Parque Praça
  • Lanche Parque Praça
  • Lanche Parque Praça
  • Lanche Parque Praça
  • Lanche Parque Praça

lanche é trazido de casa e devem ser saborosos, nutritivos e saudáveis. Trabalhamos a favor da construção de hábitos alimentares saudáveis no decorrer dos anos, assim como em momentos pontuais necessários.

No parque, os alunos contam com o estímulo, a referência e o acompanhamento de seus professores. Usufruem da varanda, quadra, praça, tanque de areia, brinquedos, biblioteca, companhia dos colegas de outras salas, brincadeiras espontâneas ou sugeridas pelos professores, cantos para conversa e jogar.

Os horários de parque da Educação Infantil, Fundamental 1 e Fundamental 2 são diferentes a fim de preservarmos as necessidades e os interesses de cada faixa etária.

Materiais
Há materiais básicos do dia a dia, como cadernos e pastas para arquivo que são padronizados; livros de Inglês e Matemática; livros literários e paradidáticos; apostilas e atividades.

Utilizamos, também, uma vasta gama de materiais para as artes que varia de acordo com as propostas definidas para cada turma. Estes materiais compõem uma lista apresentada no início de cada ano às famílias e são adquiridos pela própria escola de acordo com o uso ao longo do ano.

Postura de Estudante: construção de novas habilidades para a gestão do aprendizado: adaptação a uma rotina mais definida por áreas, com a distribuição de aulas entre o professor polivalente e professores especialistas; participação em trabalhos em duplas e coletivos com maior frequência; uso e organização dos materiais de uso pessoal e individual como cadernos, livros, estojo, mesa e armários; uso da agenda do estudante como ferramenta para própria organização; realização e entrega de lições e trabalhos nos prazos combinados.

Língua Portuguesa: consolidação da alfabetização e abordagens mais complexas acerca do mundo letrado: estratégias de leitura, interpretação e produção de textos orais e escritos em seus diferentes gêneros e abordagem contextualizada da gramática de forma funcional.

Língua Inglesa: aproximação do novo idioma por meio de situações comunicativas, familiarização com os sons, palavras, significados e estruturas da língua; memória como instrumento de aprendizagem; ampliação dos recursos expressivos dos alunos.

Matemática: resolução de problemas, comunicação de informação e estratégias de pensamento, raciocínio lógico e abstrato e suas conexões com outras áreas do conhecimento.

Ciências Sociais: abordagem integrada da História e Geografia (tempo e espaço); a organização e representação do espaço geográfico, o funcionamento da natureza e o impacto da ação do homem sobre o meio ambiente; as paisagens brasileiras; as semelhanças e diferenças, permanências e transformações no modo de vida em diferentes tempos e lugares; os deslocamentos populacionais; a variedade de testemunhos históricos; os agentes históricos e sua participação social.

Ciências Naturais: temas das diferentes ciências (física, química, biologia, geologia, astronomia, meteorologia…); as relações entre ciência, técnica e sociedade; aspectos procedimentais inerentes às Ciências Naturais: observação de fenômenos, coleta e registro de dados, elaboração de explicações possíveis, formulação de perguntas e argumentação.

Educação Física: jogos recreativos, atividades cooperativas, posturas, desafios corporais, iniciação desportiva, atualidades no mundo dos esportes e exercícios constantes para o desenvolvimento de habilidades corporais, o conviver harmonioso com estímulo ao companheirismo, ao respeito mútuo, à liberdade do corpo e movimento, ao espírito esportivo.

Artes: história da arte, conceitos, apreciação crítica e fazeres artísticos relacionados à música (1º ano), às artes circenses (2º), ao teatro (3º e 5º ano) e às artes visuais (4º ano); as diferentes linguagens e suas especificidades; as artes brasileiras, seus artistas e autores, o popular e o erudito; a formação do espectador.

Ciclo 2

  • Ciclo 2
  • Ciclo 2
  • Ciclo 2
  • Ciclo 2
  • Ciclo 2
  • Ciclo 2
  • Ciclo 2
  • Ciclo 2
  • Ciclo 2
  • Ciclo 2
  • Ciclo 2
  • Ciclo 2
  • Ciclo 2
  • Ciclo 2
  • Ciclo 2
  • Ciclo 2
  • Ciclo 2
  • Ciclo 2

O Ciclo 2 é formado pelas classes de 1º, 2º e 3º ano, de 6 a 8 anos de idade.

Aos 6 anos, a criança começa a se despedir da primeira infância. As experiências e conquistas anteriores resultam numa intensa curiosidade e busca de compreensão do mundo ao redor através da observação, de perguntas e do pensamento.

Com grande capacidade de simbolização por meio da imitação, das brincadeiras, da imaginação, da linguagem oral e gráfica, a criança, nessa idade, amplia as possibilidades de comunicação, interação, atenção, memória.

Começa a pensar em relações de causa e efeito a partir de situações imediatas e imagens concretas; a compreender a função e necessidade de regras; a considerar o ponto de vista de outras pessoas, e fortalecer vínculos com seus pares.

Essas conquistas, entre outras, permitem que novos desafios sejam
apresentados às crianças, assim a consolidação do processo de
alfabetização da língua materna e da matemática e o desenvolvimento da
postura de estudante são aspectos centrais desse ciclo.
  • Alfabetização
  • Alfabetização
  • Alfabetização
  • Alfabetização
  • Alfabetização
  • Alfabetização
  • Alfabetização
  • Alfabetização
  • Alfabetização
  • Alfabetização
  • Alfabetização
  • Alfabetização

O processo de alfabetização na Miró inicia-se nas primeiras classes da Educação Infantil, quando as crianças têm a oportunidade de presenciar e participar de diferentes situações de escrita e leitura realizadas pelas professoras e de interagir com diferentes tipos de textos que circulam pela classe: lista com nomes dos alunos, livros de histórias e poesias, cartazes da rotina e de estudos diversos, receitas preferidas da turma, recados e bilhetes trocados entre as classes e as famílias.

Aos poucos, as crianças se apropriam de importantes aspectos para o processo de alfabetização: as diferentes funções do texto escrito, os diversos tipos de textos utilizados socialmente, a direção da leitura e da escrita, a diferença entre letras, números e desenhos...

Gradativamente, as crianças se apropriam das estruturas e funções dos textos de uso social e, muito antes de terem o domínio do código da escrita (alfabeto), já são capazes de construírem bons textos orais utilizando-se das normas da língua culta.

Nesses primeiros anos da escolaridade, o conhecimento do nosso código de escrita, o sistema alfabético, acontece à medida que as atividades realizadas em sala de aula favorecem a reflexão, a associação, a elaboração de hipóteses e as oportunidades de as crianças validarem seus conhecimentos pela comparação com a escrita convencional.

O processo de alfabetização intensifica-se a partir do 1º ano. Em diferentes situações significativas de escrita e leitura de diferentes tipos de textos, tais como: poesias, contos, fábulas, receitas, textos instrucionais, notícias, relatos de experiências e visitas, crônicas, os alunos têm a tarefa de se debruçarem sobre eles para interpretá-los e compreenderem para que servem e como são escritos tanto em seus aspectos discursivos como notacionais: gramática e ortografia.

As escolhas dos textos utilizados com os alunos são criteriosas para que tenham bons modelos textuais e para que, também, possam construir repertórios diversificados de autores, gêneros, informações e vocabulário.

Durante os cinco anos do Ensino Fundamental I, os alunos avançam e alcançam desenvoltura como produtores de textos e leitores, o que lhes permite assumir maiores responsabilidades frente ao aprendizado e buscas mais autônomas da informação.

Ciclo 3

  • Ciclo 3
  • Ciclo 3
  • Ciclo 3
  • Ciclo 3
  • Ciclo 3
  • Ciclo 3
  • Ciclo 3
  • Ciclo 3
  • Ciclo 3
  • Ciclo 3
  • Ciclo 3
  • Ciclo 3

Chegar aos 4º e 5º anos, o terceiro ciclo de escolaridade da Miró, significa atingir um novo status de estudante, o de estudante com experiência. As crianças deste ciclo já possuem uma vivência, um acúmulo de experiências escolares ricas e interessantes: os primeiros anos na escola, os relacionamentos construídos, a entrada no mundo letrado, as descobertas e os saberes em expansão.

Além de conhecedores da escola, de seu espaço e das pessoas que o ocupam, já desenvolveram importantes recursos e instrumentos para atuar no contexto educativo: lêem, escrevem, representam, calculam com desenvoltura, possuem um repertório de imagens e ideias sobre o mundo e sobre as interações do homem com esse mundo, qualitativa e quantitativamente de forma mais elaborado que no ciclo anterior.

Nesta fase, as crianças apresentam um pensamento mais coerente e
objetivo, são capazes de coordenar diferentes elementos
simultaneamente, seu pensamento ganha em abstração, complexidade e integração, o que incide numa compreensão mais profunda do mundo.

A escola ajusta-se a todo este novo potencial contemplando, em nossas propostas e organização curricular, inúmeras situações de interação, cooperação, reflexão, atuação cidadã. Propõe-se, ainda, práticas educativas que provoquem múltiplas conexões entre as diferentes áreas do conhecimento, o que implica que os alunos e alunas participem de processos de pesquisa que tenham sentido para eles nos quais usem diferentes estratégias de estudos.

  • Leitura de Jornal
  • Leitura de Jornal
  • Leitura de Jornal
  • Leitura de Jornal
  • Leitura de Jornal
  • Leitura de Jornal
  • Leitura de Jornal
  • Leitura de Jornal
  • Leitura de Jornal
  • Leitura de Jornal

As crianças de 9 e 10 anos têm grande interesse pelos assuntos do mundo adulto. Temas como esportes, política, descobertas científicas e outros tantos abordados na mídia fazem parte das rodas de conversas nessa idade.

O jornal, portanto, com todas as informações e acontecimentos sociais que veicula, é um importante portador de texto a ser utilizado em sala de aula com os alunos do 4º e 5º ano.

Além disso, o jornal é composto por diferentes cadernos, que trazem uma variedade de assuntos e tipos de textos de uso social: notícias, crônicas, charges, tirinhas, horóscopo, propaganda, anúncio, gráficos, programação de TV, entrevistas, críticas de artes, texto de opinião.

Essa variedade de textos, de intenções, de caracteres tipográficos, cores, fotos, desenhos, etc. oferece a possibilidade de tratar com os alunos conteúdos linguísticos e procedimentos de leitura e escrita diferentes daqueles mais usualmente abordados nos primeiros anos do Fundamental 1.

Apoiados nos conhecimentos desenvolvidos anteriormente, principalmente em relação aos textos literários, buscamos maior aprofundamento em função da maior capacidade de argumentação.

Sendo assim, no Ciclo 3, as rodas de jornal são momentos privilegiados, tanto para ampliar conhecimento de mundo, desenvolver uma postura crítica frente a fatos e acontecimentos sociais, quanto para a ampliação da capacidade de leitura e de produção de textos.